PROGRAMA DE MELHORAMENTO GENÉTICO DA CANA-DE-AÇÚCAR - UFSCAR

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black LinkedIn Icon

REDE INTERUNIVERSITÁRIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO SETOR SUCROENERGÉTICO - RIDESA

Todos os direitos reservados

YOUR BRAND

Add your tagline.

Melhoramento

Cana-de-açúcar

Processo de Seleção

O PMGCA inicia seu trabalho através dos cruzamentos genéticos que são realizados na Estação de Cruzamento da Serra do Ouro, Murici-AL, sob a responsabilidade da equipe de melhoristas de cana-de-açúcar da UFAL, com a cotização de recursos e trabalho das demais universidades (RIDESA).

A estação situa-se à latitude 9º13'S, a 500 m de altitude, onde a pluviosidade média é de pelo menos 2.000 mm anuais e as temperaturas médias de 19,5 a 26,5ºC. Essas condições tornam aquela localidade muito propícia para o florescimento da maioria dos genótipos de cana-de-açúcar, como também para boa fertilidade de pólen.

 

Após a obtenção das sementes, depois das plântulas, as mesmas são plantadas em campos experimentais sediados no Centro de Ciências Agrárias da UFSCar (Imagem 1), na Estação Experimental de Valparaíso e também, a partir da terceira fase de seleção (T3), são plantadas em áreas experimentais das Usinas Conveniadas nos diversos ambientes de produção.

Imagem 1. Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de São Carlos - UFSCar